JACKPOT, HOJE É DOMINGO E AMANHÃ É FERIADO – GUILHERME BALBI

“No mundo de Jackpot, ou você entra de cabeça, ou é melhor entrar de corpo inteiro.”


SINOPSE

Quando um dado é jogado, a sorte está lançada e tudo pode acontecer. Cada tentativa, um novo mundo; cada escolha, um universo de possibilidades. JackPot é um desses mundos. Um reflexo do mundo real, mas sob um outro ponto de vista, mais surreal, baseado naquelas típicas maluquices que a gente costuma pensar em momentos de ócio, como pensar se o xampu ficará chateado de você trocá-lo por outra marca. Em JackPot, estes pensamentos bizarros são a realidade do dia a dia.


Jackpot é uma HQ diferente, não espere ler várias estórias, como uma HQ normal, diria que é mais uma apresentação do mundo de Jackpot e de seus personagens, com algumas estorias bem curtinhas, mas muito engraçadas.

É um mundo estranho, com regras diferentes e bizarras, seus personagens também não fogem a regra e são dos tipos mais esquisitos que se possa pensar, e tudo, mas tudo mesmo está vivo, balas de revolver, dados de jogos, bolas de sinucas, carros e até o dinheiro, tudo possui consciência.

No mundo de Jackpot existem vários seres e grupos que possui algum tipo de poder entre a população, são eles:

A policia de Jackpot, sempre tentam dar um jeito nas coisas por aqui, até porque não tem opção, já que é o trabalho deles, é claro que caçar bandidos não é realmente aquilo que os policiais mais gostam, o que curtem mesmo é bater um papo na oficina mecânica da delegacia com o mecânico e com os carros, ou um bom lanche enquanto estão papeando.

Se tem uma galera que da muito trabalho para a polícia são os mercenários.  Se por um lado são foras da lei que fazem trabalhos que não se pode fazer pelos canais normais, por outro lado, muitas vezes a polícia precisa desses caras para fazer certos tipos de trabalhos, por isso a polícia faz vista grossa para algumas de suas atividades.

Os piratas são zoeiros, tudo o que eles querem é tirar onda com a galera, costumam fazer arrastões onde levam partes de corpos das pessoas, pode ser para pedir resgate, ou para se ter na sala de troféus, por zoação mesmo, apesar de serem criminosos não deixam de se divertir.

A máfia não perdoa, trabalha em diversas atividades, como tráfico de carnes apimentadas, transportes de lixo nuclear, livros com QI elevados que estudam novas drogas. Basicamente, qualquer coisa que for arriscada demais para se conseguir sozinho a máfia consegue pra você… Por um preço, é claro…

Normalmente as pessoas em Jackpot, andam em grupo. Mas não é porque são super sociáveis, é apenas autopreservação. Afinal não é nada fácil se virar sozinho em aqui. Mas o que diferencia “o resto”, como são chamados, é que eles não contam com ninguém e sempre se viram sozinhos…

Jackpot – Hoje é domingo e amanhã é feriado,  ainda contém um galeria de convidados, com desenhistas criando sua própria versão dos personagens de Jackpot, e também personagens que foram ou serão introduzidos no mundo de Jackpot.


Título: Hoje é Domingo e Amanhã é Feriado

Autor: Guilherme Balbi

Editora:

Páginas: 156


 

 

Leave a Reply