VAGABOND (VOLUMES 12 E 13) – TAKEHIKO INOUE

“É a lei natural do universo. Da mesma forma que há quatro estações no ano… o aprendizado do ser humano, é uma eterna troca de estações”.


•Volume 12•

Nesse volume é mostrado um pouco mais sobre a vida de Matahachi, que após ser largado por Okoo, estava trabalhando na reconstrução de um castelo, arrependendo-se de suas escolhas.

“Takezo com uma espada na mão, tem algo de anormal. Tem alguma coisa diferente das outras pessoas. Uma coisa que com certeza, eu não tenho. Mas, o único que consegue enfrentar Takezo sou eu. Ninguém mais consegue. Só eu”.

No entanto, após ajudar um samurai moribundo, Matahachi, aproveitando-se de uma mentira, apropriou-se do nome de Sasaki Kojiro, um famoso espadachim, forçado a lutar por sua vida, ele reflete sobre sua infância ao lado de Takezo, e de como era o único na vila que conseguia lutar com ele, então retomando a confiança em si, vence o duelo. Será que agora ele terá chance de vencer na vida usando a espada ao usar um nome que não pertence a si? Será que ele aproveitara esta oportunidade?

De volta templo Hozoin, Inshun fica sabendo que seu mestre e antigo mestre do templo, o grande Hozoin In-Ei, está treinando Musashi nas montanhas. Animado e sem conseguir segurar a empolgação envia uma carta a Musahi informando que está indo as montanhas para terminar o duelo. Quem saíra vitorioso?


•Volume 13•

Sabendo que Inshun está vindo, Musahi tenta preparar seu espírito e corpo, decidindo não esperar até o dia seguinte, vai atrás de Inshun, porém ao se encontrar em frente o templo Hozoin ele trava. A imagem de seu pai aparece diante de si o menosprezando, chamando-o de covarde e dizendo que o único tenkamusou (o mais forte dos fortes, invencível), é ele, e que Takezo nunca o alcançará. Takezo então vai embora e começa a meditar tentando vencer seus demônios internos, lembra-se de sua infância na vila Miyamoto, de como era chamado de filho do demônio e de como as pessoas o evitavam, menos Otsu.

Acordando assustado, percebi que dormiu demais e se sente feliz por estar vivo por mais um dia, então parte para seu duelo, onde no local já estão esperando Inshun, Agon, e o mestre In-Ei.

“Quando o espírito fica dominado… a espada se imobiliza. Enxergar o todo sem se fixar no detalhe. Isto é o verdadeiro significado de ‘ver'”.

O duelo se inicia, mas ao contrário do que esperávamos, os dois permanecem imóveis. O mestre In-Ei, explica para Agon que a mais decisiva das batalhas, a psicológica, já estava sendo travada.


Título: Vagabond

Autor: Takehiko Inoue

Editora: Conrad, Panini (atualmente) 

Volumes:  12 e 13


 

Leave a Reply